Saiu no jornal e chamou minha atenção (mês de maio)

“Os nós da Educação” por Carlos Alberto Paes Barreto

Uma matéria honesta e lucida sobre os impasses da educação no Brasil. O autor, um economista e empresário, critica o imenso corporativismo do meio universitário e sua relutância absoluta a qualquer mudança. Refrescante foi ler que salários e professores da USP chegam aos 60 000 RS/mês… e que a manutenção de tais salários precisa da sacrossanta “Autonomia universitária”

https://opiniao.estadao.com.br/noticias/espaco-aberto,os-nos-da-educacao,70002838264

 

“Da inutilidade da compra de certificados” por Fernão Lara Mesquita

O Fernão Lara Mesquita nos faz um presente inestimável com essa matéria que conjuga audácia e perspicácia. Ele fala sem medo do politicamente correto e isso torna ele um OVNI na triste imprensa brasileira atual. O que mais gostei é o conceito de “certificados de progressismo” que se compram por quem sonha em “plantar aqui o resultado das profundas reformas feitas pelas sociedades de sucesso sem antes passar por elas.” Brilhante!

https://vespeiro.com/2019/05/14/da-inutilidade-da-compra-de-certificados/

 

Repórter que trabalhava na Virada Cultural sofre arrastão (Terra)

https://www.terra.com.br/noticias/brasil/policia/reporter-que-fez-a-pergunta-sobre-seguranca-na-virada-e-vitima-de-arrastao,49fff8941459ba609bb7f2a58f1146ca4gu3zd84.html

Sem comentários…o quando investir em Cultura não é suficiente para transformar “vitimas da sociedade” em “anjinhos” reinseridos.

 

Traduzido do Francês: Cantor francês pede para sodomizar a França (Le Figaro)

http://www.lefigaro.fr/actualite-france/pourquoi-nick-conrad-aura-du-mal-a-convaincre-les-juges-20190520

O Nick Conrad, cantor de hip-hop, acabou de lançar um clipe de rap onde fala que quer fazer sexo anal com a França e colocar uma bomba em Paris. Em março, o “artista” já foi condenado a pagar 5000 euros por ter chamado em um videoclipe a enforcar os brancos. De momento, nenhuma organização feminista ou antirracista se pronunciou, todas mantêm o silencio diante de mais uma manifestação de ódio racial e machismo.

 

“Ouvindo o outro lado” pelo Luciano Huck
Algumas matérias me lembram aquelas propagandas para emagrecimento que ostentam corpos bonitos e esbeltos e “esquecem” mostrar os esforços e os sacrifícios. Confundir o destino com a jornada é uma tragédia. O diabo està nos detalhes: como reciclar os professores sem causar atritos com o corporativismo? O que fazer com os professores que estão ultrapassados? Como instaurar disciplina na escola após 40 anos de discurso libertário? Qual é a pedagogia usada na Coreia do Sul e porque ela difere tanto da pedagogia do Paulo Freire?
Contudo, a matéria do Luciano Huck aponta dados e realidades pertinentes .
https://opiniao.estadao.com.br/noticias/espaco-aberto,ouvindo-o-outro-lado,70002841405


Quem será o mais “progressista”?

Alinhamento (quase) total da igreja oficial com o consenso “progressista” atual.
https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,nao-construiremos-o-caminho-para-a-paz-pela-forca-das-armas-diz-presidente-da-cnbb,70002841583

Angra dos Reis: paraíso perdido

Angra dos Reis passa por dias de terror. Era para ser um paraíso mas o mercado da droga não deixou…
Após mortes por PMs, protesto em Angra leva corpos não retirados pelo IML

A coragem dos indignados profissionais
Ah como é fácil criticar a policia! E como é difícil apontar o dedo aos traficantes que se responsabilizam pela maioria esmagadora dos homicídios cometidos nas comunidades.
Cansei da indignação seletiva e vocês?
https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2019/05/26/manifestantes-fazem-ato-no-rio-pelo-fim-das-politicas-de-intervencao-e-ocupacao-policial-em-areas-residenciais.ghtml

Mortes em presídios de Manaus
Mais uma matéria onde o jornalismo passa longe dos detalhes que incomodam. São ataques espontâneos? é obra de facção criminosa? ou que significa perfuração por escova de dente afiada?

Copyright 2017 – 2020 ManuMilitari – All Rights Reserved | manumilitarimagazine@gmail.com
Developed by TWM Digital